Opinião: a desconstrução da verdade no processo penal

A advogada criminalista Fernanda Freixinho comenta o artigo do professor Ney Bello para o site Conjur. Confira!


O artigo do professor Ney Bello é desconcertante, mas ao mesmo tempo duro e preciso. A cruzada contra a corrupção está servindo para legitimar as maiores atrocidades no processo penal, em claro desrespeito às regras do jogo.


“O discurso do combate à corrupção nos manda ficar “insones para vigília contra o mal”, e esse discurso retórico já se consolida como seita: com seus altares, ídolos, rezas e inquisições!” (Artigo citado).


Estamos abrindo mão, sem luta, de direitos conquistados com muito sangue ao longo de muitos séculos.


Entretanto, o mais assustador é ver o famoso jeitinho brasileiro ser aplicado aos processos, já legitimando o jeitinho processual....tudo isso a pretexto de combater a corrupção...


“Entretanto, a lógica utilizada pelos corruptos arrisca se repetir do outro lado do balcão, quando juristas e autoridades institucionais tendem a justificar as suas teses moralmente corretas a partir do jeitinho processual e da negação da própria verdade” (artigo citado)


Quiçá quando acordarmos será tarde demais ....


https://www.conjur.com.br/2019-abr-07/crime-castigo-cem-anos-solidao-desconstrucao-verdade-processo-penal